Merial comemora 2 anos da primeira vacina livre de proteínas não-estruturais contra a febre aftosa

Por em 3 de novembro de 2010
A campanha oficial de vacinação contra a febre aftosa, que será iniciada na próxima semana, marca dois anos do lançamento da primeira vacina livre de proteínas não-estruturais pela Merial Saúde Animal.

“A Merial investiu três anos no desenvolvimento da tecnologia da vacina livre de proteínas não-estruturais, hoje uma realidade que contribui decisivamente para o eficiente controle da febre aftosa no Brasil”, ressalta Alfredo Ihde, presidente da empresa.

O produto resultou de inovação, pesquisas e investimentos em infra-estrutura da fábrica de vacina contra aftosa da empresa, localizada em Paulínia (SP). No total, foram investidos mais de R$ 6 milhões nesses processos, que ajudaram a transformar a unidade da Merial em uma das maiores e mais avançadas do mundo, com capacidade para a produção de 180 milhões de doses anuais. Esse montante é suficiente para atender o mercado nacional, demais mercados da America Latina e exportar antigenos para os bancos de vacinas internacionais contratados com a Merial.

O uso de vacina sem proteínas não estruturais contra a febre aftosa definido pelo MAPA atende a uma exigência do Escritório Internacional de Epizootias (OIE) para que não haja questionamentos sobre os resultados dos inquéritos soroepidemiologicos cuja documentação embasa as condições de Livre com Vacinação nas diferentes regiões do país. “A vacina livre de proteínas não-estruturais somente induz anticorpos protetores contra o virus vacinal . Assim, tem baixíssimas possibilidades de apresentar resultados ‘falso-positivo’ nos inquéritos soroepidemiologicos (quando indica positivo para febre aftosa por conta da vacina e não necessariamente pela presença do vírus no animal)”, explica Emilio Salani, diretor técnico da Merial.

“Com o uso dessa vacina, a Merial dá sua contribuição para derrubar mais uma dura barreira contra a carne brasileira no exterior. Mais do que isso, inaugurou um movimento nacional para que todos os elos da cadeia produtiva da carne bovina unam-se, façam a sua parte e trabalhem para erradicar a febre aftosa do Brasil”, ressalta o presidente Alfredo Ihde.

Entenda a febre aftosa

A febre aftosa é uma doença extremamente contagiosa, causada por um vírus que afeta principalmente bovinos e búfalos. A enfermidade caracteriza-se por febre, salivação, manqueira, queda na produção de leite e formação de vesículas dolorosas na língua, gengivas, cascos e úberes. Trata-se de uma das principais barreiras sanitárias ao comércio mundial de produtos de origem animal, além dos prejuízos diretos que provoca nos rebanhos afetados. Extrapolando essa situação, a ocorrência da doença bloqueia as exportações de carne e provoca prejuízos econômicos significativos.

Sobre a Merial

A Merial é uma empresa líder mundial em saúde animal. Voltada para a inovação, a Merial oferece ampla gama de produtos para promover a saúde, o bem-estar e o desempenho de várias espécies animais. A organização atua em mais de 150 países e tem cerca de 5.700 empregados. Seu faturamento de 2009 superou US 2,6 bilhões. A Merial é uma divisão da sanofi-aventis.
 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *