Comunicado ao mercado

Por em 5 de outubro de 2015

Um pouco de passado… Há praticamente 10 anos, deixei uma posição de destaque na ELANCO para me dedicar aos negócios de pecuária de corte e de leite da família, em Goiás. Foi um chamado familiar muito forte que infortunadamente interrompera um ciclo de trabalho que estava longe de seu fim… Tinha 10 anos de experiência no mercado de nutrição, passando por suas várias facetas, tais como: fábrica de ração, “premixeira”, pecuária de leite e corte intensivas, mercado de gado PO e por fim, aditivos alimentares. Mas sempre na “pele” de consultor. Faltava-me a experiência como produtor.
De fato, a vida escreve seus capítulos ao sabor do destino. E o caminho escolhido se revelou mesmo interessante. Nestes quase 10 anos de “Front”, aprendi muita coisa na ”terra do pequi”. Tornei-me um tri-cross: com DNA sul mato-grossense, cultura paulista e coração goiano (apreciador do pequi, obviamente). Lidamos com leite a pasto, gado PO, cria, recria e engorda em pasto, em semi-confinamento e em confinamento (a pasto e tradicional). Os aprendizados foram muitos e os erros também, graças a Deus. Fundamentalmente, deixamos de entender a técnica como fim, mas sim como um meio, para se alcançar o destino maior, que é o êxito comercial e consequentemente financeiro da atividade.

A “herança profissional” dos tempos de executivo me ajudou muito na empreitada da Fazenda. Trilhamos, em função de nossa bagagem prévia, caminhos comumente pouco explorados à cerca da gestão de caixa, gestão financeira, gestão de pessoas, usando até hoje várias siglas do mundo corporativo na Fazenda, tais como “Opex”, “Budget”, “Forecast” e etc.
Por fim, mudamos toda a nossa comercialização de gado, usando para tanto conceito de programação produtiva (“forecast bovino”) e as ferramentas de proteção de preço e gerenciamento de risco, além de conceitos mais sólidos de negociação, muito corriqueiros nas companhias, mas ainda pouco usados no meio rural.

Isto acabou nos projetando de volta ao mercado, também de maneira não programada, nos consolidando como palestrante e como co-editor do Notícias do Front – NF2R, em parceria com o irmão de pecuária Ricardo Heise e o Miguel Cavalcanti.
Após entender (ao menos) o cerne dos meios produtivos da pecuária de corte, passei a me dedicar cada vez mais à gestão, principalmente a financeira. Além disto, assuntos como sucessão, organização societária e governança começaram a fazer parte do nosso dia a dia, e nos possibilitaram entender “o que era o negócio pecuária familiar” no seu sentido mais amplo. Isto nos possibilitou desenhar uma solução: um plano estratégico de alteração de meu formato de trabalho para com as Fazendas. Plano, este, que se fez necessário e vital para o negócio e para a família.

Minha função no projeto familiar encontrava-se encerrada. Se há 10 anos, foi-me dito que os “cachorros iriam tomar conta da Fazenda”, caso eu não o fizesse, hoje temos um familiar com sensatez, energia, boa vontade e suporte para tocar o projeto, o qual vai me suceder, certamente com êxito superior ao meu. A função de um líder é esta, afinal de contas…
Durante a implementação deste plano de transição, eis que surge uma singular proposta de trabalho por parte da ELANCO, minha antiga empregadora… Talvez, para resgatar uma história inacabada. E resolvi aceitar este desafio, uma grande honra ter recebido este chamado, por sinal. Portanto, comunico que deixamos o operacional das Fazendas da família em função de termos encerrado o nosso atual ciclo de trabalho.

Cabe neste ponto uma ressalva: singular importância tiveram neste processo os conhecimentos adquiridos junto às duas consultorias que estiveram conosco por mais tempo nas Fazendas (o Eng. Agr. Armélio Martins e empresa Prodap).
De agora em diante, continuaremos a carregar o “pó da viagem”, pois manteremos a tutela da comercialização dos animais e continuaremos no contato diário com a Fazenda. Porém, agora como membro do conselho de administração e suporte operacional (no estilo backoffice).

Da mesma forma, e de maneira independente às minhas demais atividades profissionais, seguiremos com o trabalho à cerca do mercado do boi gordo, com as palestras, com o informativo semanal de mercado (Notícias do Front – NF2R) e por fim com o projeto BeefRadar.
Em adição a estes dois pilares anteriores que restam mantidos e ativos (Conselho/comercialização da fazenda e mercado do boi gordo), estará sinergicamente o nosso mais novo e principal foco profissional: participar do excelente time que provê as soluções ELANCO de saúde e de nutrição animal, com foco em pecuária de corte, mais precisamente aditivos para animais a PASTO.

Manteremos vivo aqui na ELANCO um núcleo de inteligência de mercado em pecuária que abrigará produtos da empresa direcionados ao aumento da rentabilidade da atividade pecuária de corte, como um todo.
Iniciamos a presente missiva com um pouco de passado, falando sobre um ciclo inacabado. Terminamos com foco abundante no futuro e num ciclo que, igual a vida, renasce, muito fortalecido. Muito obrigado pelo convívio na Fazenda e no mercado pecuário. Tudo isto continua, porém acrescido de um horizonte maior, junto ao time ELANCO de soluções, ao qual agradeço novamente a oportunidade de trabalho e de crescimento pessoal/profissional.

A vida é misteriosa e intrigante… De maneira inversa ao que ocorreu outrora, agora tenho a oportunidade real de trazer para a minha vivência no mundo executivo, as melhores contribuições que o mundo rural me ensinou, as quais são: o valor do aperto de mãos, do trabalho, do suor e da palavra, a verdade, a dedicação incansável, o valor pelo homem, o respeito e o entendimento dos animais e do meio ambiente, a valorização da tradição, da confiança e da simplicidade.

E aqui na ELANCO, encontrei tudo isto, novamente, sobretudo, além de uma empresa com todos estes valores, encontrei pessoas que os praticam!

Que venha o futuro, afinal de contas, ele já chegou carregado com “o pó da viagem”. Este é o nosso melhor aditivo de uso pessoal e que só aumentará nesta nova jornada!!!

Continuamos juntos.

Conto com você!

5 Comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.