Você é uma pessoa generosa?

Por em 25 de setembro de 2014

Bom dia, tudo bem por aí?

Você é uma pessoa generosa?

Na semana passada eu fiz uma palestra contando um pouco das minhas agruras na vida pessoal, como eu penei no passado recente para equilibrar vida pessoal e trabalho. E ainda tenho muitas dificuldades com isso…

Se você está muito curioso, o título da palestra era: A história de um pai que não era bom exemplo e seu caminho de volta.

Mas eu queria te contar sobre o processo de preparação da palestra. Na semana anterior a palestra, lá estava eu preparando a apresentação e a gravação (a palestra foi apresentada em vídeo num congresso online sobre pais e mães empreendedores) e estava muito cansado. Ao terminar, já tarde da noite, fui dormir, não muito satisfeito com o resultado. Com o vídeo pronto, enviei para a organizadora do evento, uma amiga brasileira que mora em Los Angeles.

No dia seguinte, me lembrei de uma história, que queria compartilhar com você. No curso que fiz mês passado na Califórnia, EUA, um dos professores ensinou uma nova definição de generosidade, que me marcou. E ao me lembrar dessa passagem, resolvi jogar a palestra e o vídeo fora e fazer tudo do zero.

Esse professor disse que generosidade não é apenas você fazer boas ações, ajudar causas beneficientes, etc. A verdadeira generosidade diz respeito a como você se entrega ao que faz. Se você é generoso mesmo ao se entregar ao trabalho. Você se coloca inteiro, de corpo e alma, e faz de tudo para entregar o melhor? Realmente entregar o que você tem de melhor, entregar mesmo seu talento e suas habilidades?

Quando me fiz essa pergunta, a resposta veio rápida: não. Eu não tinha me entregado e me dedicado integralmente na preparação da palestra e do vídeo. Uma maneira de testar isso de forma rápida, é se perguntar:

Eu fiz o meu melhor?

ou

Isso é mesmo o melhor que eu posso fazer?

Eu recomecei do zero, numa semana que iria ser muito corrida, para entregar o meu melhor. O resultado foi muito bom. Amigos, que eu nem imaginava que iriam ver a palestra me escreveram, me mandaram mensagens de voz pelo whatsup, contando que tinham assistido a transmissão da palestra, me elogiando e contando que a palestra tinha sido inspiradora.

Minha lição foi de que vale a pena ir além, se dedicar, e fazer o seu melhor, sempre. Mesmo em coisas que parecem pequenas.

Isso foi um reforço muito grande numa crença que eu já tinha e que agora está muito mais claro que eu quero mesmo praticar isso em tudo, todos os dias.

Seguem três perguntas para você refletir sobre sua atuação como pessoa, como profissional.

Você é uma pessoa generosa?
Você faz o seu melhor?
O que você está fazendo é mesmo o melhor que você pode fazer?

Eu estou trabalhando firme para que o AgroTalento seja o melhor programa de desenvolvimento pessoal e profissional. E queria te perguntar se você já respondeu nossa pesquisa, escolhendo uma das opções abaixo, que mais se adequa a sua realidade (algumas pessoas tem mais de um papel, é só escolher uma):

1- Para Consultores

2- Para Técnicos de Campo (veterinários, agrônomos, zootecnistas e outros profissionais que trabalham em fazendas/confinamentos)

3- Para quem trabalha em uma empresa de produtos veterinários, nutrição animal, genética, equipamentos e maquinário, instalações e infra-estrutura

4- Para quem trabalha no negócio da família na pecuária

Muito obrigado. Um forte abraço, Miguel

BeefPoint: Para quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.

AgroTalento: desenvolvimento pessoal e profissional para jovens líderes da pecuária

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *