Uma visão audaciosa para mim, para minha empresa e para o Brasil

Por em 12 de fevereiro de 2015

Bom dia, tudo bem?

Estive nos últimos 3 dias, participando da primeira reunião de um grupo de mastermind que me inscrevi para participar esse ano. Um grupo muito seleto de empreendedores, que é líder em diversos segmentos: investimentos, marketing, medicina, ensino de línguas, e até espiritualidade.

Quando me convidaram a me apresentar como pessoa, e também sobre meu negócio, fiz questão de adicionar um ponto extra.

Eu tenho uma visão muito audaciosa da pessoa que eu quero me transformar. Eu também tenho uma visão audaciosa de como eu quero que o BeefPoint seja.

Mas além disso, tenho uma visão audaciosa para o Brasil.

Eu espero e quero muito, de mim mesmo, da minha empresa, e das pessoas que estão próximas de mim. E eu quero muito do meu país. Eu quero muito mais do Brasil.

Eu acredito que o trabalho, o estudo, a dedicação, e a seriedade são os pilares do sucesso de um país, de uma nação, de uma empresa e de uma pessoa.

Essa mensagem ficou muito forte junto a esse grupo de pessoas do meu mastermind. E eu queria compartilhar com você essa mesma mensagem.

Eu queria te convidar e a te desafiar a colocar em prática sua visão audaciosa para você, para seu negócio e para seu país.

Eu acredito firmemente que existe uma quantidade grande e crescente de pessoas sérias que querem fazer a diferença em tudo que fazem. Existe um grupo de pessoas que quer fazer a diferença não só nos seus negócios, mas no seu país.

Um dos pontos principais que acredito ser o caminho para construir um país melhor é mostrar exemplos, as vezes contraintuitivos de que é possível ter sucesso (muito sucesso), mesmo tendo vindo “do nada”, com base no trabalho, na geração de valor, na contribuição real para a sociedade.

Queremos e podemos mostrar que o trabalho duro, a seriedade, o empenho são os ingredientes para o sucesso que se sustenta.

Eu acredito que muito mais gente também pode acreditar nisso. Vamos construir essa visão compartilhada e audaciosa de que o Brasil pode mais do que estamos vendo por aí.

Eu acredito que é possível. E eu acredito que é esse o único caminho que eu vou ter orgulho.

E você, qual é sua visão audaciosa, para você, para seu negócio e para seu país?

Muito obrigado pela companhia.

Um grande abraço, Miguel

Miguel Cavalcanti
BeefPoint: Para quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.
AgroTalento: Desenvolvimento pessoal e profissional para os novos líderes da pecuária.

18 Comments

  1. Aloísio Brito

    12/02/2015 at 09:33

    Miguel, poderia me dizer antes de tudo, qual a sua visão audaciosa para o nosso Brasil e como você poderia influenciar o desenvolvimento desse país? Tenho visões humildes para tentar colaborar no desenvolvimento das pessoas sem oportunidade da minha região e ainda vejo o quanto isso é desafiador em um país que seus gonernantes não pensam no bem para o povo, e além de tudo com consentimento de nossa elite produtora e ambos não teem a visão de que se fosse investido energia na educação do povo o retorno para seus bolsos famintos por riqueza seriam mais bem remunerados e teriam maior sustentabilidade com rendimentos longínquos e seguros. Me diga como ter uma visão para o Brasil aonde a elite produtora é covivente com a política depredadora e faminta por poder e dinheiro?

    • Miguel da Rocha Cavalcanti

      13/02/2015 at 08:23

      Bom dia Aloisio,
      Minha visão audaciosa é querer muito e agir para isso. Não me importando se tem gente que não pensa assim.
      E a cada dia que passa, eu encontro mais gente que pensa e age como eu. E isso me anima.
      Abraços, Miguel

  2. Cléverson Machado

    12/02/2015 at 09:46

    Este País gigante seleiro do mundo , que é o melhor lugar do mundo , com vastas terra com solos profundos , temperatura , clima , altitude , precisamos , de gente seria na nossa politica , firme nas leis , palavre de ordem honestidade , e conhecimento vindo com nosso amigo Miguel , muito obrigado Beef Point.

  3. Aleri João Panazzolo

    12/02/2015 at 10:25

    Miguel
    Bom dia

    O texto mais perfeito que já li.
    Que você escreveu até este.

    A perfeição
    Na pecuária de corte
    Na carne bovina
    No alimento que é
    Na vida das pessoas.
    Do individuo, produtor, consumidor
    ou operador de toda a cadeia da Carne Bovina.

    Na sua familia
    Na sua comunidade
    No seu municipio, edtado, país e no mundo.

    Que tenhamos capacidade de suportar
    Os nossos compromissos.
    E fazer o que dizemos.

    Gde
    abç
    Aleri

  4. Louis Pascal de Geer

    12/02/2015 at 10:45

    Olá Miguel, Parabens pelo investido no melhoramento continua pessoal e por tabela com reflexos para o Brasil inteiro e realmente precisamos ser muito mais corajosos em falar e fazer o que queremos para nossas vidas. As vezes chegou a hora de criar um canal de comunicação com amplo foco para o exercicio da plena cidadania nos moldes do Beefpoint. Estou lendo um livro ” A Escola dos Deuses” do Eiko d´Anna onde fica bem claro que sómente nos temos o poder para mudar! Um abraço, Louis.

  5. António Luiz Gomes

    12/02/2015 at 11:16

    Eu também quero que o Brasil se transforme na sua melhor versão. E o meu país idem. O meu país não é o Brasil. O Brasil é a grande árvore que nasceu de uma pequena semente. O meu país foi essa semente. Outros deitaram adubo, podaram, enxertaram, curaram. A semente foi Portugal. Por isso, eu quero que o Brasil e Portugal se tornem no seu melhor. E que dêem o seu melhor para que o mundo inteiro se transforme também na sua melhor versão.

  6. Paulo Costa Ebbesen

    12/02/2015 at 11:44

    Miguel, bom dia. Mais uma vez parabéns
    Não aguento mais tanta notícia ruim que vejo diariamente no nosso Brasil
    Será que as pessoas sérias, honestas e competentes são a minoria em nossa sociedade? Não acredito.
    Se formos a minoria temos que mudar esse jogo.
    Faço parte daqueles que querem fazer a diferença nos negócios e em meu País.
    Vamos lutar para modificar esse quadro do Brasil e que hoje assistimos estarrecidos.
    Forte abraço
    Paulo C. Ebbesen

    • Carmen Freire

      12/02/2015 at 12:53

      Não sou do ramo agro, meu pai era engenheiro agrônomo e eu gosto muito de ler seus emails . É uma pena ver o Brasil com tantos escândalos . Sinto por esta juventude com ótimos talentos e que não vêem perspectiva de crescimento aqui . Estão indo para fora do País. Vamos lutar para mudar . Att

  7. celso de almeida gaudencio

    12/02/2015 at 15:42

  8. Aleri João Panazzolo

    12/02/2015 at 18:59

    Miguel
    Boa tarde.
    De manhã cedo em Vacaria RS,
    Antes da primeira reunião de trabalho com um investidor em Pecuária de corte de Alto Nivel.
    Li, interessei mto e comentei.

    Agora de tarde viajando, parei, reli
    e percebi que a minha resposta esta incompleta.

    Gostaria de corrigir, agora.

    Estou aceitando o convite e o desafio de colocar em prática minha visão audaciosa para mim e nosso país.

    Poço falar com certeza que minha visão muito audaciosa está se concretizando.
    De dominar o conhecimento Técnico e Econômico da Cadeia da Pecuária de Corte.
    Podendo assegurar a Viabilidade Técnica e Econômica aos que estão investindo e aos novos Investidores na Produçao e Comércio de Carne e Couro de Alta Qualidade.

    A maior satisfação é ver a realização concreta dos sonhos
    de muitas pessoas.

    Ver produção vegetal de Alta Qualidade explodir.
    Ver instalações adequadas.
    Ver rebanhos muito lindos.
    Ver a mecanização perfeita.
    Ver um time forte trabalhando.
    Ver a produção fluindo
    ver o resultado mto agradável.

    Meu desafio mais audacioso é;
    – Estabelecer o equilibrio econômico ente produtor e consumidor.
    – Aproximar o produtor ao consumidor.
    – Produzir com Escala Semanal.
    – Produzir Carne Bovina Limpa.
    – Ter taxas de crescimento entorno de 20% ao ano.

    Vamos em frente.

  9. Diego Ribeiro

    13/02/2015 at 00:20

    Boa noite Miguel,
    Precisamos muito abandonar o velho e tão atual costume de comentar e divulgar somente as notícias ruins que acontecem todos os dias em nosso país. Precisamos comentar uns com os outros o que é feito de bom nesse país, as ideias que deram certo, os casos de sucesso, os projetos sociais que transformam a realidade de muita gente. Existe por aí muita gente honesta, trabalhando duro e contribuindo de forma significativa com a sociedade, mas para que essas pessoas sejam valorizadas cada vez mais, precisamos apenas ter uma atitude diferente em relação às notícias que comentamos e ao mesmo tempo divulgamos.
    Um grande abraço e parabéns pela excelente publicação.

  10. William Sousa

    13/02/2015 at 07:22

    Realmente o grande trunfo tem sido ano após ano superar os limites por nós mesmo alcançados!

    Sempre busco melhorar e aprimorar a forma com que me relaciono, reciclar o ciclo de convivência (adicionando novas pessoas e excluindo as que não buscam evolução), ler muito e estudar sempre alem é claro de dar o exemplo onde quer que eu esteja ou em qualquer coisa que eu faça… Acredito muito na força da ATITUDE e no legado que a CONDUTA profissinal deixa perante todos.

    Vou assim provando para mim mesmo que o BRASIL pode sim ter um futuro melhor, ser correto e cordial faz bem e que o estudo e o aprendizado contínuo são a única forma de mantermos a evolução e perpetuação da espécie “Homo Sapiens Empreendedoris”!

    Abraço!

  11. Guilheme Magalhães

    13/02/2015 at 08:32

    Parabéns pelos textos Miguel. Seus ensinamentos nos fazem visualizar as “coisas” por uma óptica mais fácil de ser resolvida.

    Uma visão audaciosa para mim seria o desenvolvimento equilibrado do nosso país, sobretudo da agropecuária que sustenta esse país e na maioria das vezes não tem o devido reconhecimento. Almejo que todos os produtores rurais do menor ao pecuarista\empresário “firme e forte” tenha acesso ás novas tecnologias e conhecimento que são gerados nas fontes produtoras (instituições, universidades e empresas) e possam produzir conforme desejam, alavancando a produção brasileira, conforme mesmo a “trancos e barrancos” acontece ano após ano. Queria também que a carga tributária do país fosse mais branda, onde quem produz, ou seja, a primeira classe produtiva(produtor de leite, carne por exemplo) pudessem serem melhores remunerados pelo magnífico serviço prestado a sociedade brasileira, digo até mesmo mundial.
    Enfim, vamos acreditar na visão de cada um e trabalhar dia após dia que dá certo.

    1 @ de abraços

  12. Elton João Gubert

    13/02/2015 at 09:03

    Bom dia Miguel Miguel e a todos os demais,

    Minha visão audaciosa é ver as empresas, que se tornaram a instituição mais poderosa do mundo, assumindo seu papel de protagonismo e tomando para si a responsabilidade pelo todo.
    Mas para tal precisamos de líderes mais conscientes, líderes que mudem seu foco de quererem ser os melhores do mundo para serem os melhores para o mundo.

    Acredito no ser humano e na nossa capacidade de evoluir. Acredito numa revolução silenciosa que já vem ocorrendo, que não é noticiada, infelizmente porque não dá audiência, como já li em outro comentário aqui mesmo.

    Bons exemplos, de todos os setores claro, mas falando das empresa, exemplos de bons negócios, com propósitos bem definidos, com forte cultura de valores, serão vistos como inspiração para outros.

    Precisamos que essa rede do bem, seja mais audaciosa na inspiração, no exemplo, assim como você tem feito Miguel. Acho que esse seja talvez o chamado.

    Se queremos mudar o mundo..
    Vamos em frente!
    Acreditando sempre!
    Fazendo nossa parte!

    Forte abraço
    Elton

  13. Rafael Magalhães

    13/02/2015 at 09:48

    Miguel bom dia,
    antes de mais nada, é muito importante receber as informações. Quanto ao nosso país, nossa região, nossa cidade é hora de perguntarmos o que estamos fazendo para transformar essa realidade, e isso é o suficiente?
    Miguel, é hora de consolidarmos o crescimento da agropecuária; e valorizar quem trabalha e gera divisas para o país, como? Acredito que devemos ser mais politizados (sem paixão partidária), pois os desafios todos sabem, a questão é como torná-los realidade….. Não precisamos reinventar a roda, apenas é necessário planejamento, organização e fortalecimento das instituições de classe.
    Dessa forma construiremos um Brasil prospero, que valoriza o trabalho e que se consolide como uma das maiores economias do mundo.
    Abraço.
    att,.

    Rafael Campos Magalhães

  14. Clemens Barbosa de Novais Jr.

    13/02/2015 at 17:42

    Parabéns MIGUEL, eu também não desisti.!!
    Estou motivado ainda mais no AGROTALENTO, e com os seus emails e estes vários comentários, de indignação, mas sem baixar a cabeça, buscando olhar para frente, vencendo os desafios do campo e vendo os absurdos diariamente na mídia deste nosso País.
    Vamos investir numa CAMPANHA, de gente séria, usando uma logomarca, manifestando nos pontos e horas certas, esta idéia de que podemos mais (e sei que podemos) com o nosso meio rural – agricultura, pecuária e suas grandes variações que temos .
    Vamos a nossa maneira mostrar mudando a visão deste nosso País.
    Um abraço.

  15. João Abdon

    13/02/2015 at 18:12

    Olá Miguel
    Até uns anos atrás eu acreditava na recuperação do Brasil. Hoje, infelizmente , apesar de praticar todas as boas ações possibeis, de tentar influenciar as pessoas pelos bons exemplos, etc. EU NÃO ACREDITO EM UM BRASIL MELHOR ANTES DOS PRÓXIMOS 40 ANOS. Infelizmente essa é a minha visão, apesar dela não me tirar de meu caminho. O país só mudará através da educação e nós não a temos, por isso, acho que estamos a caminho do fundo do poço.

    • Miguel da Rocha Cavalcanti

      13/02/2015 at 21:17

      João, fácil não é, mas também não é impossível. E lembre-se que eles querem que você desista… :-)
      Abraços, Miguel

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *