O que fazer quando você não sabe por onde começar?

Por em 27 de agosto de 2015

Olá, tudo bem?

O que fazer quando você não sabe por onde começar?

Essa pergunta começou com um vídeo de uma aluna da turma 2 do AgroTalento, daí eu resolvi gravar um vídeo especial para a comunidade fechada do curso, e agora trago essa ideia para você aqui nesse email.

Quero compartilhar com você, e também saber como você faz… :-)

Quando eu não sei como fazer um novo trabalho, não sei como fazer algo novo, ou como encarar um novo desafio, eu uso um modelo mental específico.

Como eu faço?

Primeiro: eu procuro ser o mais específico possível em como descrever, detalhar e especificar o problema. Eu acredito que especificar bem o problema é o primeiro passo para você resolver a questão.

Por exemplo, no grupo de mastermind do AgroTalento, temos um modelo, um formulário, com várias perguntas para que cada um possa deixar bem detalhado qual é o principal desafio que você quer alcançar.

Segundo: buscar exemplos.

Buscar exemplos de pessoas de sucesso. Melhor ainda se for pessoas de alguma forma parecidas com você.

Quem tem o mesmo perfil, quem tem por exemplo fazenda na mesma região, tem fazenda mais ou menos do mesmo tamanho. Assim fica mais fácil de você se identificar com quem você está aprendendo.

O ideal é você encontrar alguém que é parecido com você, e está 1 ou 2 passos a sua frente. Ele vai poder te contar os desafios, os erros, os pepinos que passou até aqui.

É fundamental que você procure pessoas positivas. Para todo e qualquer problema, uns vão olhar de forma negativa, e outros vão olhar de forma positiva. Procure encontrar quem olha de forma positiva.

Procure andar com pessoas positivas, com otimismo, com fé de que vai dar certo. Isso é essencial para que você consiga seguir em frente.

Terceiro: busque parceiros chave. Um dos temas que ensinamos no AgroTalento é como usar o Canvas para projetar, pensar e planejar seu negócio, projeto ou ideia. E uma das nove etapas do Canvas é justamente pensar quem são seus parceiros chave.

Eu sempre penso em quem vão ser meus parceiros chave num novo projeto. Quem vai me apoiar, quem vai andar junto comigo. Quem realmente tem sinergia e que pode agregar de forma ganha-ganha no projeto.

Em fazendas, é muito comum se esquecer dos seus fornecedores como parceiros chave. Quem te fornece insumos (sal mineral, semen, produtos veterinários, equipamentos, etc), pode te fornecer também consultoria, treinamentos, visita a outros clientes parecidos com você. Ou seja, podem te ajudar e muito a ter um resultado muito melhor.

Eu acredito que parceiros chave podem te trazer muito mais resultado se você focar no valor total que eles podem te entregar e menos no preço de cada produto. Se o seu parceiro for sério e competente, você vai ter uma relação de mais longo prazo e vai ter resultados melhores, para os dois lados.

E você, como faz para enfrentar desafios que não tem ideia de como começar?

Me conte, aqui, nos comentários desse post.

Muito obrigado pela companhia. Desejo a você e família um ótimo final de semana. Grande abraço, Miguel

PS: Faltam 84 dias para o BeefSummit Brasil… Marque na sua agenda: 20-21-22 de novembro. :-)

4 Comments

  1. Antônio Fernando leite

    28/08/2015 at 10:00

    Miguel. Procuro primeiro meus parceiros e colaboradores, muita vezes a solução está ai na tua frente e você não vê . Sempre há um modo de começar , hoje uso o cancãs para tudo, principalmente na quesito tempo, mantenho a equipe motivada e mostrando a importância de cada um. Não existe isso de não saber como começar se você tem parceiros amigos, tudo fica mais fácil. Você tem é que sair da sua zona de conforto se você não fizer isto você nunca irá produzir nada.

  2. Ana Nery Terra Souza

    28/08/2015 at 17:03

    1- Para e refresco a cabeça
    2- penso que é possivel
    3- Faco uma oração
    4- Procuro na rede de contato quem é especialista na área
    5- Avalio a orientação, quem é o orientador,suas açoes

  3. Osvaldo Júnior

    09/09/2015 at 14:04

    Miguel,

    Seu posicionamento e dicas sobre como enfrentar um desafio são muito boas, mas para colocar em prática é que tenho dificuldade.
    O ciclo planejar, organizar e executar as vezes se misturam no meu dia-a-a-dia.
    Ter parceiros confiáveis é um ponto muito importante do processo, mas aí entra outro desafio: É necessário identificar e monitorar esses parceiros para que eles não estejam simplesmente de olho no seu dinheiro.

    A “força” com que escreve seus textos e produz seus vídeos são admiráveis. Gostaria de ter pelo menos uns 5% dessa garra.

  4. JACSON BORGES

    09/09/2015 at 19:47

    Bueno, em momentos mais dificeis, normalmente o melhor é parar e refletir muito, avaliar e agir inicialmente sendo detalhista, cobrindo tudo ponto a ponto, buscar ajuda de todos os envolvidos no processo. Certamente os resultados virão passo a passo, cada item no seu devido tempo; ser pontual, profissional, agir sim mas com cautela, com perspicácia, com sensatez, com eficácia!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *