Fazenda Auto-Gerenciável

Por em 23 de março de 2015

Bom dia, tudo bem por aí? Espero que você tenha passado um excelente final de semana.

Eu passei os últimos 3 dias (sexta, sábado e domingo) participando de um curso em São Paulo, SP, apresentado pelo meu amigo Marcelo Germano. Foi uma oportunidade única de revisitar os planos e estratégia do BeefPoint para os próximos anos. E foi muito bacana para encontrar e conhecer pessoalmente alguns leitores do BeefPoint que se inscreveram no curso por nossa indicação. O tema do curso era “Empresa Auto-Gerenciável”.

Eu aprendi muito nesses três dias. Anotei, pensei, refleti e agora estou com um plano de ação desafiador para os próximos 90 dias… :-)

Algumas coisas que aprendi nesses três dias:

1- Qual é sua habilidade única? Fiz um exercício onde listava todas as atividades que eu realizo, e depois dei notas para minha habilidade na tarefa e o retorno para o negócio de se realizar aquilo. Minha conclusão: tem muita coisa que eu faço que não está aproveitando o máximo da soma de minhas habilidades e do que traz retorno para a empresa. Estou decidido a melhorar, e muito, nesse ponto.

A metáfora que o Marcelo usou é muito boa: imagine você num avião e o comandante larga o manche e vem servir cafezinho… E o avião começa a balançar por uma turbulência… :-)

O pior é que muitas vezes fazemos tarefas como servir cafezinho sendo o piloto do avião, e achamos que é o certo, que devemos dar o exemplo… Eu mesmo já fiz (e faço) muito isso… Como disse, estou decidido a melhorar, e muito, nisso.

2- Defina seu negócio. Qual é sua visão, missão, valores, vantagens, métricas… Eu tenho muito disso anotado, e muita coisa apenas na minha cabeça… Como eu posso esperar que minha equipe esteja 100% alinhada, se eu não fui realmente claro sobre onde realmente queremos chegar… Mais um ponto cego que aprendi no curso, e que vou melhorar nos próximos 30 dias…

O teste chave é quando você contrata um novo funcionário e ele passa por um treinamento inicial sobre a empresa, e quando vai efetivamente começar a trabalhar, ao sentar do lado de alguém que já trabalha lá, pergunta: “Como é que as coisas funcionam aqui?”…

Se a maneira como outras pessoas da sua empresa respondem o “como as coisas funcionam aqui” é diferente do que você gostaria, está aí um ponto importante para melhorar.

Eu acredito que temos isso muito forte no BeefPoint, mas não de forma documentada, por escrito e muito bem escrito. E é isso que vou fazer.

Empresa é o espelho do dono. Se o que você está vendo não está bonito, não culpe o espelho, mas assuma a responsabilidade por mudar e melhorar…

3- Delegação. Aprendi que para delegar com eficência é preciso definir muito bem, comunicar de forma clara o que você espera, em especial o resultado. É preciso explicar porque a tarefa é importante. Quais são os critérios para medir o sucesso. Quais os recursos estão disponíveis. Quais as ações específicas, quais os obstáculos possíveis. E por último, 3 coisas que gostei muito: qual o melhor resultado, qual o pior resultado e quais as datas combinadas de checagem.

Eu fiz um teste sobre habilidades em delegar tarefas, e tirei uma nota muito baixa… Mais um ponto importante para melhoria… :-)

Você pode estar pensando que estou muito ruim, e em parte isso é verdade mesmo. Por outro, eu tenho procurado exercitar minha vulnerabilidade nas coisas que eu não sei ainda, nas coisas que eu quero e preciso aprender. Isso tem me dado mais tranquilidade. E também, ao declarar isso para você, as chances de realmente realizar as mudanças e melhorar efetivamente, aumentam muito…

Eu estou muito animado que vou conseguir colocar isso em prática e fazer ainda mais a diferença. Se você quiser saber mais sacadas do curso, me responda, que eu escrevo um outro texto com outros aprendizados… Eu aprendi muito nesses 3 dias… :-)

Depois de aplicar esse conhecimento no BeefPoint, a ideia é estudar a possibilidade de criar um curso chamado Fazenda Auto-Gerenciável, em parceria com o Marcelo, focado para o agronegócio.

O que você acha dessa ideia?

O lado positivo de passar o final de semana em São Paulo longe da família, foi em três noites ir comer em 3 lugares especiais de carne bovina. Na quinta, jantei no Baby Beef Rubayait, na sexta no Barbacoa e no sábado no NB Steak… Posso te garantir que São Paulo tem mesmo muitas opções de carne de alta qualidade… Recomendo muito as três opções… :-)

Na quinta, apresentamos para alguns dos nossos principais clientes, num jantar no Baby Beef Rubayait, nossa nova estratégia para nossa empresa. Somos agora BeefPoint Educação, e estamos 100% focados em buscar uma revolução na nossa pecuária de corte usando conhecimento.

Essa é uma meta muito audaciosa, e estamos confiantes por duas grandes ondas que nos favorecem.

A primeira é a tecnologia. A cada dia que passa, as opções de tecnologia são mais rápidas, mais poderosas, mais acessíveis e mais baratas. Cada dia fica mais fácil que mais gente tenha acesso ao melhor conhecimento da pecuária, estando em qualquer lugar.

A segunda é o que chamamos de Rede do Bem. A cada dia que passa, fazemos novos amigos, novos contatos, conhecemos novas pessoas – produtores, técnicos, consultores, professores – que estão fazendo a diferença e que nos ajudam a levar o que existe de mais moderno e eficiente para todo Brasil. A cada dia que passa temos a certeza de que tem muita gente do bem, querendo melhorar, crescer, aprender e ensinar. A primeira turma do AgroTalento é uma grande prova… :-)

Isso nos anima muito. Vamos em frente, que o desafio é grande.

Forte abraço e uma ótima semana, Miguel

PS: Um grande amigo e parceiro do BeefPoint que produz carne de alta qualidade para uma rede de boutiques está comprando novilhas Angus prontas para abate. Se você tem gado nesse padrão para ofertar, por favor, responda esse email informando características do lote (número, idade, peso, acabamento e também localização), e seu telefone. Iremos repassar a informação. Essa é a primeira vez que fazemos isso e acreditamos que o BeefPoint pode ser um bom conector de bons negócios entre gente de bem.

Miguel Cavalcanti
BeefPoint: Para quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.
AgroTalento: Desenvolvimento pessoal e profissional para os novos líderes da pecuária.

21 Comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *